Floresta

Projeto Floresta Sonae chega a Valongo e cresce 11 hectares

Projeto Floresta Sonae chega a Valongo e cresce 11 hectares Direitos Reservados

A Sonae Arauco, em colaboração com o Parque das Serras do Porto, anunciou a chegada do projeto Floresta Sonae a Valongo e um consequente crescimento de 11 hectares.

A área florestal, pertencente à Junta de Freguesia de Valongo e anteriormente ocupada por eucaliptos, situa-se na serra de Santa Justa, em Valongo, e ficará sob gestão da Sonae Arauco por um período de 35 anos.

A área é agora composta por pinheiros, castanheiros, carvalhos, sobreiros, medronheiros e áceres, “representando um reordenamento florestal significativo”, adianta o comunicado de imprensa enviado às redações.

De acordo com a comunicação, esta parceria representa “um marco significativo na promoção da sustentabilidade ambiental e na conservação dos recursos naturais desta região”, sendo agora reforçada pela consolidação das parcerias com a Junta de Freguesia de Valongo e da Portucalea – Associação Florestal do Grande Porto.

Nuno Calado, Wood Regulation and Sustainability Manager da Sonae Arauco, destaca a importância de mais um passo do projeto Floresta Sonae e refere que “com estas intervenções é possível recuperar zonas ardidas, combater espécies invasoras, que impedem outras de prosperar e, com isso, restaurar a biodiversidade dos locais. Na Sonae Arauco encaramos essa responsabilidade com seriedade e a Floresta Sonae é um testemunho vivo desse compromisso”.

Segundo o comunicado, o projeto em Valongo enquadra-se em diversos pressupostos fundamentais, tais como: a utilização de espécies florestais adaptadas à estação, permitindo a transição de uma floresta monoespecífica de eucalipto para uma floresta mista com diversificação dos produtos e serviços florestais; a recuperação e incremento das funções de conservação de valores naturais, proteção do solo, da água e paisagem e recreio, nomeadamente, pelo aumento da biodiversidade, redução da erosão e melhoria da hidrologia do solo.

A iniciativa destaca-se ainda no que toca à manutenção de uma área modelo de gestão produtiva biodiversa, com foco para a valorização ambiental, económica e social, bem como a redução do risco de incêndio e o estabelecimento e manutenção de áreas de ensaio, demonstração e transferência de conhecimento.

Para José Manuel Ribeiro, Presidente do Conselho Executivo do Parque das Serras do Porto, “esta cooperação com a Sonae Arauco representa um passo importante na promoção da biodiversidade e na valorização dos recursos naturais das nossas serras. Estamos seguros de que a iniciativa trará benefícios ecológicos e paisagísticos muito significativos”.

No mesmo sentido, também Cláudia Lima, Presidente da Junta de Freguesia de Valongo, dá destaque ao caráter demonstrativo deste projeto e o contributo para a disseminação de boas práticas no setor florestal.

O que é o projeto Floresta Sonae?
As empresas Sonae criaram a Floresta Sonae, um projeto que pretende apoiar na recuperação e conservação das florestas portuguesas.

A iniciativa foi anunciada publicamente em 2021, tendo começado com plantações na zona de Mangualde, em áreas severamente atingidas por incêndios.

De acordo com a Sonae, num período de 10 anos, o projeto conta reflorestar mais de 1.100 hectares.

Em 2022, a Sonae refere que as empresas do grupo financiaram 60 hectares, correspondentes a cerca de 89.000 árvores, e o equivalente à compensação de mais de 7,8 mil tCO2 associadas à emissão de gases com efeito de estufa (GEE) relativamente à frota de veículos para colaboradores e serviços da empresa.

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever

Download SU

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever