Retalho

Primark aposta em gama de produtos concebida para ser reutilizada ou reciclada

Primark

A Primark lançou a sua primeira gama de produtos concebida e fabricada para ser reutilizada ou reciclada. Segundo o explicado, a partir de meados de abril, os consumidores poderão comprar a nova coleção de produtos circulares, concebida utilizando a nova Norma de Produto Circular da Primark, que se baseia em princípios estabelecidos pela Fundação Ellen MacArthur.

Com a composição das fibras, uma maior durabilidade e reciclabilidade a estarem em destaque, a marca explica ainda que cada peça foi cuidadosamente concebida para apoiar a ambição da Primark em avançar para um futuro mais circular.

Nicholas Lambert, Circular Product Lead na Primark, comenta, em nota enviada às redações que “esta coleção reúne anos de trabalho para criar um novo enquadramento, com a ambição de permitir que as nossas equipas de produto e fornecedores criem mais produtos circulares que são concebidos tendo o seu fim em mente. Isto levou à criação da nossa primeira coleção circular de um guarda-roupa a preços acessíveis, que os clientes podem voltar a vestir, reparar e, por fim, reciclar”.

“Embora esperemos que os nossos clientes gostem de usar cada peça da coleção, também queremos trazê-los connosco nesta viagem, à medida que procuramos mudar as mentalidades sobre o aspeto de um produto acessível e circular. Esta coleção foi criada por um pequeno grupo composto pelos nossos designers, compradores e fornecedores, testando o nosso novo Padrão de Produto Circular e, embora saibamos que este é apenas um pequeno passo no nosso compromisso de nos tornarmos um negócio mais circular, estamos entusiasmados por lançar estes novos princípios de design em todo o nosso negócio e com mais fornecedores, permitindo-nos produzir mais”, acrescenta este responsável.

Algumas características desta nova coleção:

  1. Materiais de origem mais sustentável[1]: as roupas da coleção são feitas com pelo menos 95% algodão do Programa de Algodão Sustentável da Primark, que prepara os produtores de algodão para utilizarem menos água, fertilizantes químicos e pesticidas, obtendo ainda assim maiores proveitos. Os outros 5% são constituídos por guarnições, adornos ou botões, que, sempre que possível, foram concebidos para serem removíveis ou recicláveis.
  2. Durabilidade: Tudo tem um ciclo de vida, mesmo a roupa. Mas quanto tempo um artigo deve durar e o que Primark, e os clientes, podem fazer para prolongar a sua vida é algo que Primark está a desafiar-se a si própria a aprofundar. Esta nova coleção foi testada para ter uma maior durabilidade de acordo com o novo padrão de lavagem de maior durabilidade da Primark2.
  3. Reciclabilidade: cada peça é concebida para ser reciclada no fim da sua vida útil. Isto significa que, sempre que possível, as peças e botões podem ser removidos para que os artigos possam ser mais facilmente reutilizados ou reciclados em novas fibras ou novos produtos. Os clientes podem deixar as suas peças de roupa usadas num dos pontos de recolha que estão atualmente disponíveis nas lojas da Primark em alguns mercados

O lançamento da coleção resulta de um piloto do modelo do Padrão de Produto Circular desenvolvido no ano passado, no qual a Primark formou um grupo inicial de designers, compradores e fornecedores em design circular. Esta formação será agora alargada a mais de 500 membros das equipas de produto da Primark, juntamente com outros fornecedores selecionados.

[1] Materiais de origem mais sustentável são materiais que têm um menor impacto ambiental quando comparados com materiais convencionais. Leia mais sobre as nossas fibras Primark Cares aqui.

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever