Consumo Ético

Quase todos os jovens portugueses preocupam-se com ambiente

97% dos jovens portugueses preocupa-se com o ambiente, revelou o estudo internacional do Observador Cetelem “Ser jovem hoje: que caminhos para a independência”. Os resultados são superiores em 10 pontos percentuais face à média dos seis países europeus onde se realizou o inquérito (Portugal, Bélgica, República Checa, Itália, Roménia e Reino Unido).

Em comunicado, o Observador Cetelem informa que a evolução das alterações climáticas é a maior fonte de pessimismo para os jovens portugueses (73%).

Depois das questões relacionadas com a igualdade, a transição energética é o tema que os jovens consideram ser de maior importância para a sociedade, com 51% a considerarem-no importante – estando acima da média europeia (39%). É ainda mais relevante para os jovens portugueses com rendimentos acima dos 1.500 euros.

Nos lugares seguintes encontram-se questões relacionadas com a economia circular (37%), a proteção dos dados pessoais (37%), a compra/utilização de produtos e serviços de fornecedores locais (24%) e o desenvolvimento de novas formas de mobilidade, mais económicas e que poluam menos o ambiente (18%).

De forma a contribuir para o ambiente, 93% dos jovens portugueses afirmam procurar não desperdiçar; 82% procuram comprar menos, mas com melhor qualidade; 71% procuram produtos locais e 70% tentam comprar menos bens de consumo.

Metodologia

O inquérito quantitativo do Observador Cetelem “Ser Jovem hoje: que caminhos existem para a independência?” foi realizado pela empresa de estudos de mercado Harris Interactive, através de um inquérito online realizado de 30 de julho a 11 de agosto de 2021 simultaneamente em 6 países, com amostras representativas da população nacional de cada país com idade entre 18 e 30 anos.