Descarbonização

Cascais Smart Pole by Nova SBE quer levar município a atingir neutralidade carbónica

Cascais Smart Pole by Nova SBE

O projeto Cascais Smart Pole By Nova SBE, promovido pela Fundação Alfredo de Sousa, teve a candidatura aprovada para o concurso dos EEA Grants “Implementação de projetos piloto de laboratórios vivos de descarbonização e mitigação às alterações climáticas”, no âmbito do programa “Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono”. Este projeto pretende criar um “Living Lab” (laboratório vivos) de experimentação e inovação, com o intuito de fazer Cascais alcançar a neutralidade carbónica.

Em comunicado, a Fundação Alfredo de Sousa refere que “os «Livings Labs» de descarbonização e mitigação às alterações climáticas são novas formas de trabalhar a inovação em prol da sustentabilidade ambiental e a missão Zero Carbono”.

Além disso, este espaço “será determinante no sentido de criar uma nova geração de changemakers e sensibilizar para a mudança de comportamentos, e consequente responsabilização”, revela a entidade. “Esta ambição será garantida por um mercado virtual de emissões de GEE, acessível por todos os stakeholders, que permitirá monitorizar e reduzir a pegada individual e corporativa, paralelamente à demonstração de projetos-piloto de diversas áreas temáticas”, anuncia a Fundação.

O projeto Cascais Smart Pole by Nova SBE é desenvolvido pela Nova SBE, em parceria com a Câmara Municipal de Cascais, a Cascais Ambiente e a CEiiA. Ele também tem a GET 2C, a Prio Bio, a Veolia e a ATM (Avfallsteknisk Montasje AS) como parceiros.