Fórum Económico Mundial

Crise climática é um dos principais riscos globais em 2022

O relatório Global Risks Report 2022, revelou que os principais riscos a longo prazo no mundo estão relacionados com o clima. Na sua 17ª edição, o relatório do Fórum Económico Mundial incentiva os líderes a pensar além do ciclo de relatórios trimestrais e a criar políticas que giram riscos e que moldem a agenda para os próximos anos.

“A crise climática continua a ser a maior ameaça a longo prazo que a humanidade enfrenta. Falhar no combate às alterações climáticas pode diminuir em um sexto o PIB mundial e os compromissos estabelecidos na COP26 continuam a não ser suficientes para atingir o objetivo dos 1,5ºC. Ainda não é tarde demais para os governos e as empresas agirem perante os riscos que enfrentam e para impulsionarem uma transição inovadora, determinada e inclusiva, que proteja economias e pessoas”, considera o Group Chief Risk Officer do Zurich Insurance Group, Peter Giger.

A curto prazo (dois anos), os principais riscos globais ligados ao meio ambiente são o clima extremo e o fracasso da ação climática. A médio prazo (dois a cinco anos), para além dos dois referidos anteriormente, são os danos ambientais causados por humanos e a perda de biodiversidade. A longo prazo (cinco a 10 anos) acrescentam-se a crise de recursos naturais.

O Global Risks Report 2022 foi desenvolvido com o apoio do Global Risks Advisory Board do Fórum Económico Mundial, em colaboração com a Marsh McLennan, o SK Group e o Zurich Insurance Group, assim como conselheiros da Oxford Martin School (Universidade de Oxford), da Universidade Nacional de Singapura e do Wharton Risk Management and Decision Processes Center (Universidade da Pensilvânia).