- Revista Sustentável - https://www.revistasustentavel.pt -

Emissões de carbono globais voltar a atingir níveis pré-pandemia

Após uma queda acentuada no início do ano, a Agência Internacional de Energia (AIE [1]) revela que, em dezembro de 2020, a emissão de carbono [2] foi superior em 2% (60 milhões de toneladas) face ao mesmo mês em 2019. Os dados, revelados em comunicado [3] pela AIE, mostram também que no ano passado, ao todo,  as emissões globais diminuíram 6%. No entanto, existem variações geográficas.

evolução mensal de emissão de carbono

“A recuperação das emissões globais de carbono no final do ano passado é um aviso gritante de que não está a ser feito o suficiente para acelerar as transições de energia limpa em todo o mundo. Se os governos não avançarem rapidamente com as políticas energéticas certas, isso pode colocar em risco a oportunidade histórica do mundo de fazer de 2019 o pico definitivo das emissões globais”, afirmou o diretor executivo da AIE, Fatih Birol.

“Se as atuais expectativas de uma recuperação económica global este ano forem confirmadas – e na ausência de grandes mudanças políticas nas maiores economias do mundo – é provável que as emissões globais aumentem em 2021”, disse Birol.

Apesar disso, o responsável afirma que “ainda há razões para otimismo”, face a medidas de países, como por exemplo, a China que estabeleceu um objetivo de neutralidade carbónica e à União Europeia estar a avançar com o seu Green Deal [4].

Variações geográficas