Descarbonização

Daimler aposta em neutralidade carbónica na fábrica do Tramagal

Fábrica Daimler Tramagal

A fábrica da Daimler em Portugal, nomeadamente no Tramagal, pretende tornar-se completamente ‘verde’ em 2022, isto depois de um projeto iniciado em 2019 em que a marca se comprometeu a tornar todas as fábricas europeias neutras em carbono. Desta maneira, está prestes a tornar-se uma das primeiras infraestruturas da fabricante a conseguir atingir a neutralidade carbónica.

Segundo o explicado em comunicado, a ideia surge depois de um projeto iniciado em 2019 em que a marca se comprometeu a tornar todas as fábricas europeias neutras em carbono.

Principal ponto de produção da Fuso (empresa que junta a Daimler AG e a Mitsubishi Corporation) na Europa, “a fábrica do Tramagal pretende atingir estes objetivos de produção amigos do clima através da redução do consumo de energia, fornecimento de energia verde e produção de energia verde por meio de painéis solares”.

Jorge Rosa, Chefe da fábrica do Tramagal, destaca que “a mobilidade neutra em CO₂ só pode ser alcançada se a produção de veículos também for verde. No Tramagal, o nosso compromisso com os camiões elétricos começa na forma como são produzidos. Uma produção neutra em carbono deixa uma pegada menor e queremos ser pioneiros tanto no produto quanto na produção”.

A Tramagal produz o icónico FUSO eCanter totalmente elétrico desde 2017. “A sustentabilidade faz parte da nossa estratégia de negócios e é algo em que acreditamos. Nosso futuro é elétrico, neutro em carbono e renovável”.

“Nos últimos anos, a planta Tramagal foi capaz de reduzir progressivamente as emissões de CO₂ e espera um corte adicional de 50% em 2021 em comparação com o ano anterior, antes de atingir a produção neutra de CO₂ em 2022. Para atingir esse marco, a fábrica irá reforçar o uso de fontes de energia renováveis ​​e adotar modificações de processo. Essas medidas incluem a contratação de eletricidade verde, o aumento da produção de energia solar no local e a mudança para o autoconsumo”, esclarece-se em comunicado.