Mobilidade

Marca de motos Famel regressa com modelo elétrico

Marca de motos Famel regressa com modelo elétrico

A marca histórica portuguesa de motos Famel regressou ao mercado, com o lançamento de um modelo elétrico, o E-XF. Em comunicado, a marca revela que pretende assim contribuir para uma mobilidade individual mais sustentável.

“O regresso como marca portuguesa de motociclos elétricos foi uma decisão difícil por causa da herança e cultura do passado, mas abraçamos esta missão para um futuro mais limpo e afirmarmo-nos perante as próximas gerações que serão também os nossos motociclistas, como uma marca voltada para o futuro”, afirma o responsável pela marca, Joel Sousa.

A Famel remonta ao final dos anos 70, quando o XF-17 foi inicialmente concebido. Este novo modelo vai utilizar um motor-hub elétrico com uma potência máxima de 5kW, e uma velocidade máxima de 70km/h (limite legal de 45km/h).

“A ideia de eletrificar surgiu durante o restauro de uma XF-17 antiga que possuo; hoje em dia ainda se comercializam peças novas para restaurar o que permite uma partilha de componentes significativa”, explica Joel Sousa.

Sobre o futuro da marca, Joel Sousa está confiante de que ” “podíamos ter ido pelo caminho óbvio de colocar um motor a gasolina. Talvez para Portugal fizesse mais sentido, mas temos que ser mais ambiciosos e projetar a marca para fora, começando desde já pela Europa”. “Estamos agora a entrar numa segunda fase que será a mais crítica para reerguer a marca: a industrialização e comercialização”, acrescenta.

A bateria de 72V e 40 Ah, com um carregamento de quatro horas, permite um alcance médio de 70 quilómetros (dependendo das condições). As pré-reservas já iniciaram, com as primeiras encomendas a serem entregues em 2022. O PVP estimado é de 4100 euros.