Descarbonização

Mars quer ser empresa neutra em carbono em toda a sua cadeia de valor até 2050

Até 2050, a Mars quer atingir as zero emissões de gases com efeito de estufa (GEE) em toda a sua cadeia de valor.

Até 2050, a Mars quer atingir as zero emissões de gases com efeito de estufa (GEE) em toda a sua cadeia de valor. Em comunicado, a marca de alimentos e saúde animal explica que o compromisso surge no âmbito dos resultados do relatório do Grupo Intergovernamental de Especialistas em Alteração Climática (IPCC), que alertou para a urgência de atingir zero emissões.

Desta forma, a empresa associa-se ao ‘Compromisso de Ambição Empresarial para 1,5ºC’ da Iniciativa dos Objetivos baseados na Ciência e a ‘Race to Zero’. Entre as medidas para alcançar a neutralidade estão:

  • Redução absoluta de emissões em toda a pegada de GEE, incluindo todas as emissões de alcance 3, como as emissões indiretas (por exemplo, viagens de negócios, emissões de clientes retail, utilização de produtos vendidos e fim de vida útil do produto) e definição de objetivos para um período de 5 anos para impulsionar a ação e efetuar um acompanhamento do seu progresso;
  • Associar o salário dos executivos à redução de emissões da cadeia de valor de GEE

Em 2022 será divulgado um plano completo das zero emissões que será alinhado com as regras antecipadas pela Iniciativa dos Objetivos baseados na Ciência sobre as zero emissões, previstas para o fim de 2021. Para atingir este objetivo, serão concretizadas iniciativas como:

  • Transição para energia 100% renovável;
  • Redesenho das cadeias de fornecimento para acabar com a desflorestação;
  • Ampliação das iniciativas em agricultura sustentável e regenerativa;
  • Desafio aos seus 20 mil fornecedores a tomarem medidas para combater as alterações climática.

“Mais de três quartos dos nossos impactos estão relacionados com os materiais que compramos – por isso, temos de alterar o que compramos ou onde compramos ou, muito provavelmente, a forma como compramos”, afirma o Chief Sustainability and Procurement Officer da Mars, Barry Parkin.

Desde 2015, a Mars tem reduzido as emissões em toda a sua cadeia de valor em 7,3%. Nas suas operações diretas, a empresa reduziu as emissões em 31%.