Energias Renováveis

PepsiCo vai usar eletricidade 100% renovável nos seus centros ibéricos

A PepsiCo assinou um acordo de aquisição de energia a longo prazo (PPA, Power Purchase Agreement) com a Iberdrola para o fornecimento de eletricidade 100% renovável a todos os centros de Espanha e Portugal da multinacional de bebidas e alimentos. O contrato entra em vigor a 1 de janeiro de 2023.

Em comunicado, a PepsiCo revela que, no total, as instalações são 11. Entre elas, as unidades produtivas em Espanha (bebidas em Álava, snacks em Burgos e gaspacho Alvalle em Múrcia), e outro de snacks no Carregado (Portugal). Também estão incluídos no acordo os dois grandes centros logísticos de Burgos e Valência, bem como as delegações comerciais em Vitória, Pamplona, Palma de Maiorca e os escritórios em Vitória e Barcelona.

A energia renovável será produzida na central fotovoltaica Francisco Pizarro que a Iberdrola está a construir entre os municípios da Estremadura de Torrecillas de la Tiesa e Aldeacentenera, em Cáceres. A instalação, que em breve entrará em funcionamento, impedirá a emissão para a atmosfera de mais de 150 mil toneladas de CO2 por ano. Com 590 megawatts (MW) de capacidade instalada, a unidade passará a ser a maior central fotovoltaica da Europa e gerará o equivalente à energia necessária para abastecer 334 mil casas por ano.

“Orgulhamo-nos de contribuir para o desenvolvimento de projetos como este, que estão a transformar o presente e o futuro energético do nosso país e que estão totalmente alinhados com o nosso objetivo de atingir zero emissões líquidas até 2040”, destaca a diretora de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade da PepsiCo no Sudoeste da Europa, Marta Puyuelo.

Por seu lado, o diretor de Grandes Clientes e Soluções Industriais da Iberdrola, Sergio Hernández de Deza, salientou que “os acordos de compra de energia verde a longo prazo abrem muitas oportunidades para o desenvolvimento de projetos renováveis que aceleram a transição energética para reduzir a dependência dos combustíveis fósseis”.