Logística

Zero Carbon Project é o novo projeto da Schneider para ajudar fornecedores a reduzir emissões

O Zero Carbon Project é o novo projeto de sustentabilidade Schneider Electric da direcionado aos seus principais fornecedores. 

O Zero Carbon Project é o novo projeto de sustentabilidade Schneider Electric da direcionado aos seus principais fornecedores.

Segundo a empresa de transformação digital da gestão de energia e automação, 1000 dos seus principais fornecedores estabeleceram uma parceria para reduzir em metade as suas emissões de carbono até 2025. “Esta iniciativa faz parte dos objetivos de sustentabilidade do Grupo para o período 2021-2025 e representa um passo concreto para limitar o aumento da temperatura média global a 1.5ºC, ou menos, até 2100, tal como definido no Acordo de Paris”, explica-se em comunicado.

No âmbito do Zero Carbon Project a empresa vai “disponibilizar ferramentas e recursos aos participantes para os ajudar a estabelecer e atingir as suas próprias metas de redução de carbono. Numa primeira fase, os fornecedores serão incentivados a medir as suas emissões de CO2 utilizando as ferramentas digitais da empresa. Depois utilizarão, então, estes dados para definir metas e estratégias para a redução das emissões; e poderão progredir em direção aos seus objetivos através de iniciativas de descarbonização como a eficiência energética ou as energias renováveis”.

“Os desafios impostos pelas alterações climáticas têm de ser enfrentados em conjunto,” afirmou Olivier Blum, Chief Strategy and Sustainability Officer da Schneider Electric. “A Schneider Electric pretende reduzir as emissões de alcance 3 em 35% até 2030, mas não podemos fazer esta caminhada sozinhos – por isso encorajamos os nossos fornecedores para que se juntem a nós, uma vez que são parte integrante do nosso ecossistema. Estamos disponíveis para partilhar o nosso conhecimento e experiência com eles sobre como podem descarbonizar as suas operações tirando partido da nossa gama de Serviços de Consultoria em Sustentabilidade e do EcoStruxureTM, entre outras soluções de terceiros.”