Descarbonização

Consumo de energia nos centros comerciais Sonae Sierra reduzido em 22%

Sonae Sierra reduz consumo de energia nos centros comerciais em 22%

O consumo de energia nos ativos geridos pela Sonae Sierra em Portugal diminuiu 22%, face aos valores de 2019.

Segundo explicado em comunicado, entre as medidas tomadas nos últimos anos estão: a instalação de iluminação de elevada eficiência; a otimização dos horários de funcionamento da iluminação e dos equipamentos; e a gestão eficaz dos sistemas de ar condicionado, através da maximização da ventilação natural e da reutilização de recursos já instalados.

Durante a época natalícia, a Sierra revela que vai tomar algumas medidas no que respeita à iluminação – redução da quantidade de luzes decorativas, a totalidade de iluminação será de alta eficiência (LED) e as luzes vão estar apagadas durante o horário diurno até às 18h.

“A crise energética que a Europa enfrenta neste momento, leva-nos a implementar medidas que permitam reforçar ainda mais a redução dos consumos energéticos dos centros que gerimos. Deste modo, mitigamos o impacto da escassez de recursos e o aumento dos preços, seguindo em linha com as recomendações dos governos e agências reguladoras do setor energético”, afirma a diretora executiva da área de Property Management da Sierra, Cristina Santos.

Desde 2002, o consumo de eletricidade dos centros geridos pela Sierra reduziu 66%. O consumo de água diminuiu 41% desde 2003 e a percentagem de água reciclada e reutilizada situa-se nos 6%. A empresa reduziu as suas emissões de CO2 em 84% desde 2005.