Descarbonização

Tetra Pak reduz emissões de GEE em 36% durante 2021

Tetra Pak reduz emissões de GEE em 36% durante 2021

A Tetra Pak revelou, no âmbito do Relatório Anual de Sustentabilidade de 2021, que reduziu as emissões operacionais de gases com efeito de estufa em 36%, com 80% da energia proveniente de fontes renováveis.

Em comunicado, a empresa destaca que, em Espanha, a fábrica de material para as embalagens, em Arganda del Rey, e a fábrica de tampas, em Sevilha, utilizam eletricidade 100% proveniente de origens renováveis.

O relatório nota ainda que, no ano passado, foram vendidas 17,6 mil milhões de embalagens de origem vegetal e 10,8 mil milhões de tampas de origem vegetal em todo o mundo, permitindo a redução de 96 quilotoneladas de CO2, em comparação com o plástico de origem fóssil.  Em Portugal, aproximadamente 25% das embalagens comercializadas, atualmente, incorporam plástico de origem vegetal.

A Tetra Pak investiu ainda 40 milhões de euros para apoiar a recolha e reciclagem de 50 mil milhões de embalagens de cartão.

Outros destaques passam pela:

  • Validação comercial de uma barreira alternativa à base de polímeros para substituir a camada de alumínio em embalagens assépticas;
  • Início de testes utilizando uma barreira à base fibra – a primeira para embalagens de cartão para alimentos líquidos distribuídos à temperatura ambiente;
  • Desde o início de 2022 que está a ser levada a cabo uma iniciativa pioneira de restauração de terras no Brasil, em colaboração com a ONG local Apremavi. O objetivo é restaurar até 7 mil hectares de terra, até 2030;
  • Como objetivo futuro, a Tetra Pak comprometeu-se a reduzir para metade o desperdício alimentar, o consumo de água e a pegada de carbono das suas linhas de processamento até 2030.

“A sustentabilidade não está apenas na nossa agenda, a sustentabilidade é a nossa agenda. Temos de tornar as palavras em ações/atos, através da maximização do nosso impacto positivo na natureza e sociedade, continuando a incorporar a sustentabilidade como um fator-chave do negócio e como critério na tomada de decisões”, afirma o presidente e CEO da Tetra Pak, Adolfo Orive.