Descarbonização

União Europeia investe quase dois mil milhões de euros em projetos de tecnologias limpas

A União Europeia investiu mais de 1,8 mil milhões de euros em 17 projetos inovadores e de grande escala no domínio das tecnologias limpas com uma terceira ronda de subvenções do Fundo de Inovação. O Fundo de Inovação visa criar incentivos financeiros adequados para novas tecnologias hipocarbónicas, através de receitas provenientes do mercado de carbono europeu.

Em comunicado, a Comissão Europeia revela que os projetos selecionados estão localizados na Bulgária, Finlândia, França, Alemanha, Islândia, Países Baixos, Noruega, Polónia e Suécia.

“As subvenções anunciadas irão ajudar empresas inovadoras de toda a Europa a desenvolverem as tecnologias de ponta de que necessitamos para impulsionar a transição ecológica. O Fundo de Inovação é um instrumento importante para potenciar as inovações no setor do hidrogénio renovável e outras soluções para a indústria europeia. Em comparação com a primeira ronda de desembolso, o financiamento disponível aumentou 60 %, permitindo-nos duplicar o número de projetos apoiados”, declarou o vice-presidente executivo Frans Timmermans.

Os projetos selecionados abrangem um vasto leque de setores tais como a produção, distribuição e utilização de hidrogénio verde, a produção de hidrogénio a partir de resíduos, a energia eólica marítima, o fabrico de módulos fotovoltaicos, o armazenamento em baterias e a sua reciclagem, a captura e o armazenamento de dióxido de carbono, os combustíveis para a aviação sustentáveis e os biocombustíveis avançados. Em conjunto, têm potencial para evitar 136 milhões de toneladas de equivalente CO₂ nos primeiros dez anos de execução.

Além disso, o Banco Europeu de Investimento proporcionará assistência ao desenvolvimento de até 20 projetos promissores pré-selecionados que ainda não estão suficientemente amadurecidos para receber uma subvenção. Estes projetos serão anunciados no quarto trimestre de 2022.