Descarbonização

União Europeia vai atualizar impostos verdes como desincentivo às “más decisões”

O Comissário Europeu para a Economia, Paolo Gentiloni, anunciou que vai existir uma atualização dos impostos verdes, entre outras medidas.

O Comissário Europeu para a Economia, Paolo Gentiloni, anunciou que a Comissão Europeia está a preparar um pacote de medidas para reduzir emissões em 55% até 2030, entre as quais a atualização dos impostos verdes, noticia o portal ECO.

“Estamos bastante convencidos que a tributação verde pode ser uma forte ajuda a agilizar bons comportamentos e escolhas e a tornar mais difíceis maus comportamentos e escolhas. Por essa razão, vamos atualizar a nossa diretiva sobre impostos energéticos que tem mais de 20 anos e neste momento apoia mais combustíveis fósseis do que energias renováveis”, explicou.

Na sua visão, “precisamos de uma ambição forte e global para o financiamento verde e para esverdear as finanças. “É nisto que devíamos trabalhar nos próximos anos. Na União Europeia, estamos a dar um bom exemplo dado que a sustentabilidade e a economia verde estão no centro. Essa foi uma escolha marcante da nova comissão”, acrescentou.

Entre outras das 12 propostas que Bruxelas vai apresentar em meados de julho, incluem-se a mudança das regras da concorrência nos mercados de carbono para as empresas da região, bem como um mecanismo de ajustamento de carbono transfronteiriço “que irá tentar garantir que as importações no mercado único são tratadas da mesma forma que a produção das nossas empresas”.