Retalho

Retalho continua a investir na desplastificação

desplastificação

O setor do retalho continua a investir na desplastificação. A cadeia de supermercados Mercadona e os supermercados Coviran anunciaram avanços para a eliminação dos sacos de plásticos. Na Mercadona, foram eliminados todos os sacos de plástico de uso único. Já na Coviran deixou-se de utilizar sacos de plástico não biodegradáveis. As alternativas passam a ser: sacos compostáveis feitos de fécula de batata – na Mercadona; e sacos de ráfia, de papel biodegradável e de malha reutilizáveis para frutas e legumes – na Coviran.

Na Mercadona, o cumprimento desta primeira ação da Estratégia 6.25 representa uma redução de 3.200 toneladas de plástico por ano”, revelou a empresa em comunicado. A Estratégia 6.25 tem como objetivos, até 2025, reduzir 25% do plástico das embalagens, ter todas as embalagens de plástico recicláveis e reciclar todos os resíduos de plástico gerados nas suas instalações. A empresa prevê investir mais de 140 milhões de euros nos próximos quatro anos para a concretização de todas as ações que integram esta estratégia.

Para além destes anúncios, a Mercadona passou a disponibilizar caixotes para a deposição seletiva dos resíduos em todas as secções da loja. Já nos centros logísticos da Coviran implementou-se a política de reduzir a utilização de plástico. Só em filme, um material usado no processo de selagem dos alimentos transportados em paletes, utilizaram-se menos 5 toneladas que no ano anterior (-4,34%), revelou a empresa.