Economia Circular

Amorim Cork Composites cria produto com pegada de carbono negativa

A Amorim Cork Composites, unidade de negócio da Corticeira Amorim, lançou, no mercado norte-americano, um novo subpavimento com um balanço de carbono negativo, representando -5.5kg CO2 eq/m2. O produto combina cortiça e espuma de EVA, proveniente dos excedentes do processo de fabrico de calçado da Nike (Nike Grind).

“Isto significa que este produto promove um sequestro de carbono no montado que é superior às emissões de CO2 que resultam da sua produção”, informa a empresa, em comunicado. A avaliação foi levada a cabo pela consultora EY.

O presidente e CEO da Corticeira Amorim, António Rios de Amorim, destaca o facto de “o produto refletir uma aposta contínua da Corticeira Amorim na área da economia circular, assumindo a sustentabilidade como um compromisso e como um dos pilares estratégicos da atividade da empresa”.

O estudo de Ciclo de Vida do subpavimento Go4cork Blend com Nike Grind foi conduzido segundo uma abordagem cradle-to-gate, contemplando os impactos ambientais de todas as atividades, desde a extração da matéria-prima, passando pela produção de todos os componentes, até à porta da fábrica. A metodologia dos estudos teve por base o sequestro de CO2 promovido pela floresta de sobro, bem como as normas ISO 14040/44, complementadas com as diretrizes do International Reference Life Cycle Data System (ILCD).