Tecnologia

Aquila Capital aposta em ´data center´ sustentável

A Aquila Capital – empresa de gestão ativos com sede em Hamburgo, na Alemanha – entrou no mercado dos centros de dados, com o anúncio de construção de um Colocation-Data-Center sustentável e energeticamente eficiente na periferia de Oslo, na Noruega.

Em comunicado, a empresa refere que este projeto “vai permitir aos investidores da Aquila Capital beneficiar da crescente procura por aplicações informáticas a nível mundial que requerem um elevado consumo de energia e as capacidades de servidores correspondentes”.

A estratégia da Aquila Capital baseia-se nos seus anos de experiência em imobiliário sustentável, no mercado de energias renováveis e na estruturação de contratos de compra e venda de energia a longo prazo (PPAs).

O data center, que está em fase de desenvolvimento na Noruega, trabalhará “exclusivamente com energias renováveis” e será “altamente eficiente a nível energético e de custos”. Nesse sentido, a Aquila Capital pretende oferecer aos clientes do data center “contratos de compra e venda de energia a longo prazo e estáveis, que permitem uma segurança de planificação adicional de mais de dez anos, assim como fluxos financeiros estáveis durante muito tempo”.

Segundo Roman Rosslenbroich, CEO e cofundador da Aquila Capital, “o projeto integra-se perfeitamente na estratégia de investimentos sustentáveis da Aquila Capital”, que pretende “aumentar continuamente a procura mundial por novas tecnologias baseadas em aplicações informáticas consumidoras de eletricidade”.

O responsável explica que com essa procura “emitem-se cada vez mais gases de efeito estufa prejudiciais ao clima”, no entanto, “com os centros de dados sustentáveis e acima de tudo energeticamente eficientes contribuímos substancialmente para a redução da emissão de CO2 a nível mundial”.

A construção do data center começa este ano e, no final de 201, será oferecido aos servidores dos clientes “uma capacidade de potência informática de até dez megawatts, com foco em aplicações de High Performance Computing (HPC), como por exemplo inteligência artificial, aprendizagem automática ou processos gráficos numa superfície de 20 mil metros quadrados”, adianta a empresa no mesmo comunicado.

Este investimento faz parte da estratégia a longo prazo da nova área de negócio de centros de dados da Aquila Capital, que vai operar no mercado com a marca AQ Compute. Para a realização do projeto, a Aquila Capital associou-se à empresa alemã de informática Cloud&Heat Technologies, que se especializa na construção de soluções para centros de dados com uma grande eficiência energética e económica.