Energias Renováveis

Estudo: Painéis solares são “contagiosos” dentro de vizinhanças

O número de painéis solares a uma distância curta de uma casa é o fator mais importante para determinar a probabilidade de aquela casa ter um painel solar, quando comparado com uma série de variáveis socioeconómicas e demográficas, revelou um novo estudo de investigadores do Potsdam Institute for Climate Impact Research (PIK) na Alemanha e do Lamont–Doherty Earth Observatory da Universidade de Columbia (Estados Unidos da América – EUA).

O PIK, informa no seu site, que os cientistas utilizaram dados dos censos e imagens de satélite da cidade de Fresno, nos EUA, assim como machine learning. O instituto afirma que, “embora se saiba que os efeitos das ações de pares são relevantes para escolhas energéticas sustentáveis, dados de alta resolução combinados com técnicas de inteligência artificial foram necessários para destacar a importância primordial da proximidade”.

“A descoberta é relevante para políticas que visam uma ampla implantação de painéis solares, a fim de substituir a produção de energia fóssil insustentável”, informa o PIK.

Fig. 1 de Henry et al, 2021, – painéis solares como pontos vermelhos na grelha da cidade de Fresno

Comentários dos investigadores

“É quase como se vires um painel solar de fora da tua janela, decidires colocar um no teu próprio telhado também”, disse a autora do estudo, Leonie Wenz, do PIK. ´

“Claro que se pode pensar que outros fatores são mais relevantes, por exemplo, o rendimento ou o grau de escolaridade, ou o word-of-mouth dentro da mesma rede social, como um distrito escolar. Então comparámos todas estas opções diferentes, e ficámos espantados com o resultado. Acontece que não. A distância geográfica é realmente o fator mais importante. Quanto mais painéis houver num raio curto à volta da minha casa, existe mais probabilidade que eu também tenha um”, explicou a investigadora.

O cientista do PIK e do LDEO, Anders Levermann, um dos autores do estudo, afirma que” a probabilidade de se colocar um painel solar no telhado reduz sensivelmente ao longo da distância de um campo de futebol”.

“O efeito de contágio é mais forte para um raio curto em torno de uma casa com um painel solar e diminui exponencialmente quanto mais longe os painéis estão. É uma característica robusta notável que é mais pronunciada em bairros de baixo rendimento”, explicou.

“As descobertas sugerem que a colocação de painéis solares em áreas onde poucos existem, pode mudar uma comunidade”, concluiu Levermann.

Pode ler o artigo científico aqui.