Agricultura

Diversificação da paisagem é nova estratégia para reduzir praga da mosca da azeitona

mosca da oliveira azeitonas e

Um estudo da Universidade de Coimbra (UC) concluiu que as paisagens mais diversificadas que rodeiam os olivais reduzem a abundância da mosca da azeitona. Em comunicado, a UC informa que foi avaliada a influência da paisagem na dinâmica da Bactrocera oleae (mosca da azeitona).

Em concreto, uma equipa de investigadores do Centro de Ecologia Funcional da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), analisou a dinâmica populacional da mosca da azeitona em diferentes usos do solo de uma paisagem típica de olival da região Centro de Portugal, na zona de Idanha-a-Nova.

“Verificámos que, na realidade, a B. oleae serve-se de todos os tipos de uso do solo e que a dinâmica populacional foi muito semelhante à observada nos olivais, muito embora a sua abundância, como esperado, tenha sido sempre superior nos olivais. No entanto, esta maior incidência da praga no olival é tanto maior quanto mais simplificada for a paisagem”, explica o investigador Daniel Paredes.

“Em paisagens compostas principalmente por olivais (paisagens simplificadas), a abundância da praga por unidade de área do olival é muito maior do que em paisagens com uma maior diversidade de usos do solo em redor dos mesmos. A praga, ao utilizar estes outros usos do solo, sem causar dano, vai diminuir a sua incidência no olival com a consequente redução de danos”, acrescenta ainda.

Dessa maneira, considera que este estudo mostra a “diversificação da paisagem como uma estratégia que pode permitir aos agricultores reduzir a abundância de B. oleae e os danos a ela associados nas suas explorações”.

Além disso, o investigador do Centro de Ecologia Funcional da FCTUC observa que esta investigação chama ainda a atenção para a “necessidade de haver um melhor planeamento do território (pelas autoridades locais/regionais), aquando da autorização para instalação de novas culturas (neste caso de olival), de forma a manter uma paisagem diversificada em termos de uso do solo”.

O artigo científico, intitulado “Landscape simplification increases Bactrocera oleae abundance in olive groves: adult population dynamics in different land uses”, pode ser consultado em: https://link.springer.com/article/10.1007/s10340-022-01489-1.