Descarbonização

Procura global por carvão pode atingir máximo histórico em 2022

A Agência Internacional de Energia (AIE) revelou que a energia a carvão deverá atingir um novo recorde global este ano, após uma recuperação económica que poderá levar à procura global por carvão atingir o máximo histórico em 2022. O relatório nota que a eletricidade gerada por centrais a carvão aumentou 9% este ano, noticia o The Guardian.

Em 2020, a energia a carvão tinha caído 4% face à pandemia. No entanto, a procura este ano superou o crescimento da energia de fontes de baixo carbono, levando a uma maior dependência das centrais de combustíveis fósseis. O aumento dos preços no fornecimento de energia a gás foi outro dos fatores.

Fatih Birol, diretor-executivo da AIE, afirmou que “o carvão é a maior fonte de emissões globais de carbono, e o nível historicamente elevado de produção de carvão deste ano é um sinal preocupante de quão longe o mundo está nos seus esforços para colocar as emissões em declínio para zero líquido”.

O relatório da AIE concluiu que a Índia deverá aumentar a sua produção de eletricidade a carvão em 12%, neste ano, enquanto a utilização da China de centrais a carvão deverá aumentar até 9%, apesar de um forte abrandamento nos últimos meses.