Mobilidade

Projeto espanhol quer substituir componentes metálicos de baterias por termoplástico

O AIMPLAS quer utilizar compósitos termoplásticos para substituir os elementos metálicos das baterias dos carros elétricos.

O AIMPLAS – Instituto Tecnológico del Plástico está a desenvolver um projeto para permitir novos processos de transformação mais eficientes para compósitos termoplásticos com o objetivo de substituir os elementos metálicos das baterias dos carros elétricos. O projeto, intitulado VETERIA21, é financiado pela Generalitat Valenciana.

Em comunicado, o instituto espanhol explica que pretende assim reduzir o peso dos veículos e, portanto, do consumo. Atualmente, entre 20% e 30% do peso dos veículos elétricos corresponde ao peso das baterias.

“Em geral, 73% do peso de um veículo corresponde aos seus componentes metálicos e os compostos térmicos são uma alternativa leve para a construção de caixas para baterias, mas contra eles jogam a reciclagem e cadência de produção. Por isso, uma boa alternativa são os compósitos termoplásticos”, explica a investigadora principal da Mobilidade Sustentável e Futura da AIMPLAS, Begoña Galindo.

O AIMPLAS nota que os compósitos termoplásticos possuem um baixo peso, elevada resistência mecânica, adaptam-se a diferentes processos de fabrico, possuem curtos tempos de ciclo de fabrico, e podem ser combinados com outros materiais.