Energias Renováveis

Turbinas eólicas sem lâmina podem ser aposta para zonas urbanas

Turbinas eólicas sem lâmina podem ser aposta para zonas urbanas

A start-up tecnológica Vortex Bladeless, baseada perto de Madrid, Espanha, está a desenvolver turbinas de energia eólica que não necessitam de lâmina, noticia o jornal The Guardian. Um dos objetivos é que se consiga utilizar estas turbinas em espaços urbanos e residenciais, onde o impacto de parques ecológicos fosse demasiado grande.

Em declarações ao jornal britânico, o inventor destas turbinas, David Yáñez, afirma que pode ser um complemento à energia fotovoltaica “porque os painéis solares produzem eletricidade durante o dia, enquanto as velocidades do vento tendem a ser mais altas à noite”. “Mas o principal benefício da tecnologia é reduzir o seu impacto ambiental, o seu impacto visual e o custo de operação e manutenção da turbina”, acrescenta.

As turbinas sem lâmina têm três metros de altura e um cilindro com uma tampa curva fixado verticalmente com uma haste elástica. A turbina está projetada para oscilar com o vento, gerando eletricidade através da vibração.

A Vortex Bladeless afirma que a turbina não é um perigo para os padrões de migração de aves, ou para a vida selvagem, especialmente se utilizada em ambientes urbanos. Adicionalmente, afirma que o ruído criado seria numa frequência praticamente indetetável para os seres humanos.

“Hoje, a turbina é pequena e pode gerar pequenas quantidades de eletricidade. Mas estamos à procura de um parceiro industrial para aumentar os nossos planos para uma turbina de 140 metros com uma capacidade de potência de 1 megawatt”, revela o inventor das turbinas.

O design ganhou recentemente a aprovação da empresa energética estatal da Noruega, Equinor, que a colocou como uma das 10 mais entusiasmantes start-ups no setor da energia. A empresa vai também oferecer suporte para o desenvolvimento da start-up, através do seu programa acelerador de tecnologia.