Economia Circular

Fabricantes de bebidas apostam em ‘packaging’ circular

packaging

A Union of European Soft Drinks Associations (UNESDA) quer que o packaging de refrigerantes na Europa (União Europeia, Noruega, Suíça e Reino Unido) seja completamente sustentável até 2030. Em comunicado, a UNESDA revela ainda que até 2025 o objetivo é ter embalagens 100% recicláveis e que as garrafas de PET utilizem 50% de material reciclado.

Até 2030, o objetivo é atingir 100% de material reciclado e/ou de fontes renováveis nas garrafas PET, se tecnicamente e economicamente possível. Outros dos planos são que 90% do packaging passe a ser recolhido e que sejam utilizadas mais embalagens que se possam voltar a encher.

“O nosso objetivo é que as embalagens de bebidas atinjam a circularidade plena e seja reconhecido como um recurso na económica circular: tem valor, é reciclável, é recolhido e é utilizado material reciclado”, afirmou Ian Ellington, presidente da UNESDA e SVP and Chief Category Officer da PepsiCo Europe. “Nós acreditamos que as embalagens são um recurso que nunca deve ser desperdiçado e estamos a trabalhar em várias ações para atingir a circularidade plena e apoiar a agenda da Comissão Europeia de acelerar a transição para uma economia verde”, acrescenta.

A UNESDA afirma, que para atingir esta visão, vai precisar de um apoio coerente das autoridades europeias e dos governos nacionais. Entre os pedidos estão o aumento no investimento das infraestruturas de reciclagem e de gestão de resíduos e um quadro europeu que permita tecnologias inovadoras de reciclagem.