Economia Circular

Mango financia start-up de revenda de excedentes têxteis

Mango financia start-up de revenda de excedentes têxteis

A Mango investiu numa start-up de revenda de desperdícios têxteis de coleções de roupa, a Recovo. O projeto Mango StartUp Studio vai proporcionar aconselhamento, mentoria e irá dar a conhecer as operações do grupo da indústria da moda aos seus empreendedores.

A start-up, fundada no ano passado, participa no Mango StartUp Studio de modo a receber formação na compra e venda de têxteis, em arquitetura de produto e UX e, segundo comunicado:”(…) serão ainda feitas recomendações a nível da criação do logo da Recovo”.

A recuperação de têxteis desperdiçados vai permitir à Mango e à Recovo dar a estes materiais uma segunda vida, contribuindo para a economia circular.

O acordo terá o apoio da Mango, graças a um empréstimo de capital convertível.