- Revista Sustentável - https://www.revistasustentavel.pt -

Todas as fábricas da DS Smith vão ter métricas de circularidade disponíveis

Todas as fábricas da DS Smith [1] estão a proceder à conversão para métodos de produção com as suas métricas de design circular.  Assim, este sistema passará a estar disponível nas 13 fábricas que produzem packaging da DS Smith Ibérica, bem como nas instalações da DS Smith Tecnicarton.

Neste sentido, explica a empresa [2] que “um total de 70 designers receberam formação para desenvolver e aplicar estas Métricas com os seus clientes”, sendo este entendido pela DS Smith como um passo rumo a maior sustentabilidade das suas operações.

“As Métricas de Design Circular estarão disponíveis em todas as fábricas que produzem packaging da Ibéria – oito em Espanha e cinco em Portugal –, assim como nas fábricas da DS Smith Tecnicarton, especializadas em embalagem industrial. Para garantir a sua correta aplicação, 70 designers da empresa receberam formação sobre esta ferramenta, 30 dos quais nas fábricas de Portugal e 40 nas de Espanha”, explica-se em comunicado.

“Os dados das Métricas de Design Circular permitem às marcas e retalhistas comparar diferentes soluções de design, ajudando-os a reduzir os resíduos e a poluição, além de prolongar a vida útil dos materiais e produtos. O facto de poderem fazer essa comparação nas fases iniciais de um projeto é importante, uma vez que mais de 80% do impacto ambiental de um produto é definido na fase de desenvolvimento”, acrescenta-se.

Iago Candal, Design & Innovation Manager, da DS Smith Packaging Ibéria, afirmou: “O design é um dos elementos cruciais da economia circular e as nossas Métricas de Design Circular desempenham um papel fundamental no processo de desenvolvimento colaborativo com os nossos clientes”.

“Com estas métricas, os nossos clientes podem comparar diferentes soluções de design e pontuar a sua circularidade facilmente, apoiando assim os seus objetivos de sustentabilidade da melhor forma possível. Estamos orgulhosos de ajudar os nossos clientes na sua transição para uma economia circular para criar um futuro melhor e mais sustentável para as gerações futuras”, terminou.