Tecnologia

Candidaturas ao Prémio Cidade Acessível 2024 já abriram

Candidaturas ao Prémio Cidade Acessível 2024 já abriram

A Comissão Europeia já abriu as inscrições para o Prémio Cidade Acessível 2024, que pretende premiar as cidades que melhor estão a promover a acessibilidade para pessoas com deficiência.

Vai ser ainda atribuído uma menção honrosa “Novo Bauhaus Europeu” à cidade cujos esforços de acessibilidade estão alinhados com os valores do Novo Bauhaus Europeu: sustentabilidade, estética e inclusão.

“A falta de acessibilidade torna as atividades quotidianas, como entrar num autocarro ou procurar informações na Internet, difíceis ou mesmo impossíveis para mais de 87 milhões de pessoas com deficiência na Europa. A sociedade está a mudar rapidamente e as cidades estão a investir em transições digitais e verdes, criando locais mais acessíveis. Com o Prémio Cidade Acessível da UE, recompensamos estes esforços e tornamo-los mais visíveis”, explica a Comissária Europeia para a Igualdade, Helena Dalli.

A competição está aberta a cidades com mais de 50 mil habitantes ou por áreas urbanas compostas por duas ou mais cidades com uma população combinada superior aos 50 mil (só se aplica em países com menos de duas cidades com uma população superior a esse número).

Os prémios são de 150 mil, 120 mil e 80 mil euros para o primeiro, segundo e terceiro lugar, respetivamente. Os vencedores serão divulgados numa cerimónia de comemoração do Dia Europeu da Pessoa com Deficiência (3 de dezembro) entre 30 de novembro e 1 de dezembro.

A cidade que ganhou o Prémio Cidade Acessível para 2023 foi Skellefteå na Suécia. A cidade destacou-se por: todos os parques infantis, parques e ruas serem acessíveis; as pessoas cegas recebem informações nos seus telefones sobre possíveis perigos nas ruas; os autocarros terem rampas e avisos sonoros, assim como ecrãs para ler informações; oferecer formação a jovens com deficiência intelectual sobre como utilizar tecnologia e como viver de forma independente.

Portugal já foi destacado com menções honrosas: a cidade do Porto (2022) e o Funchal (2017).

Pode saber mais sobre o prémio, aqui!

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever

Download SU

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever