Reportagem

24 horas na vida de…Pedro Mota , Amorim Revestimentos

amorim rev rm

O Diretor de Logística da Amorim Revestimentos, uma das unidades de negócio da Corticeira Amorim, gosta de olhar a logística como “um meio de comunicação e conciliação de interesses”. Este ano, o trabalho tem sido intenso e a equipa foi posta à prova, mas os resultados estão à vista e são mérito de toda a equipa.

Pedro Mota aprecia em especial o lado transversal da logística e a sua utilidade para conciliar os interesses dos vários departamentos, da produção ao marketing. No caso da Amorim Revestimentos, a logística tem ainda a componente de planeamento da produção, que é feito de acordo com as necessidades do mercado e as capacidades de produção. “A logística é um elo de ligação que permite agregar os vários interesses e garantir que a empresa está alinhada com as expetativas do cliente. Tem uma componente estratégica e operacional que vai para além do seio do departamento”, explica. É isto que mais lhe agrada.

Está na Amorim Revestimentos desde o início de 2015, antes trabalhou na LPR e na Renault, na área da produção. Este está a ser um ano muito desafiante para a empresa, e a área da logística em particular. Depois de um ano difícil, em que o mercado russo, prioritário para a Amorim Revestimentos, caiu bastante, foi preciso procurar novos mercados e soluções. Um propósito conseguido com bons resultados. “Este ano estamos a crescer de forma muito positiva”, garante Pedro Mota, mas os desafios para a equipa têm sido grandes. Entrámos em projetos relevantes, onde a logística está muito empenhada, e estamos envolvidos internamente num projeto de kaizen para a área da logística que visa a otimização de processos, e tudo tem sido feito com as mesmas pessoas. O sucesso de todo este trabalho é a equipa que temos”.

Pedro Mota lidera uma equipa de 40 pessoas, incluindo as do armazém, tendo uma equipa de gestão composta por cinco pessoas, responsáveis pelas áreas de apoio ao cliente e planeamento da produção, aprovisionamento, controlo de gestão, expedição e gestão de stocks e resolução de problemas de stocks.

A função que desempenha tem uma carga de liderança grande. Pedro Mota sabe que é um elo de ligação entre a sua equipa e os vários departamentos e tenta “perceber as dificuldades e trazer esses inputs para dentro da equipa para ver como conseguimos resolver os problemas que vão surgindo”. Para motivar a sua equipa valoriza a comunicação e a proximidade. “Acho muito importante passar à equipa as informações e conhecimentos e dar-lhes feedback dos resultados que vamos alcançando, para que as pessoas se sintam envolvidas e recompensadas pelo elevado esforço que estão a fazer”.

20161807 amorim rev rm-101

Reuniões até demais

Pedro Mota acorda entre as 6h30 e as 7h e chega à Amorim Revestimentos pelas 8h30, um pouco mais tarde nos dias em que leva à escola o filho, Gabriel, com apenas um ano e oito meses. A primeira meia hora é dedicada a analisar o plano de atividades do dia, as vendas do dia anterior nos vários mercados, os mapas de carga e de expedição e a carteira de encomendas. “Perceber como as coisas se têm desenvolvido e o que é preciso fazer naquele dia”, diz.

Grande parte dos dias é passada em reuniões, nomeadamente as transversais com os outros departamentos. “Toda a gente passa mais tempo em reuniões do que o que gosta… No meu caso também se deve à transversalidade da logística. Temos reuniões internacionais, reuniões de produção, de marketing e nas várias áreas em geral, para dar e receber inputs sobre as melhores formas de nos organizarmos”.  A Amorim Revestimentos opera em mais de 70 países e nalguns tem sales units, que exigem um acompanhamento mais próximo. “É preciso viajar regularmente e visitar as várias sales units na Europa, para perceber as suas necessidades e a forma como o serviço está a ser prestado. Hoje muitas reuniões fazem-se por videoconferência ou Skype, usamos a tecnologia para simplificar a nossa vida”, diz Pedro Mota. O país para onde viaja com mais regularidade, a cada dois meses, é a Alemanha, um dos maiores mercados da Amorim Revestimentos. Mas são também regulares as visitas à Suíça, Polónia ou Bélgica, por exemplo.

20161807 amorim rev rm-49

 

Um filho e três hobbies

Fora da empresa, Pedro Mota dedica metade do seu tempo livre ao filho e a outra metade a alguns hobbies: o golfe, o futebol e a fotografia. O golfe é o seu desporto de eleição, treina aos fins-de-semana, com amigos e ex-colegas, e participa nalguns torneios. “Também é um evento social que permite por a conversa em dia”. Também corre e joga futebol, “de uma forma mais ou menos sagrada”, todas as segundas-feiras à noite, com a mesma equipa de amigos de há cerca de dez anos. A fotografia é uma paixão desde miúdo, a que se dedica sempre que consegue sair e viajar, já que as paisagens são o seu tema preferido.

Quando tem tempo, no verão, gosta “de uma boa esplanada em frente ao mar”. Cozinhar também, mas só de vez em quando, para os amigos.

Desde há dois anos, os rituais de Pedro Mota são definidos pelas necessidades do filho. Antes de Gabriel nascer costumava passar três semanas de férias no Brasil, na casa de amigos. Também viajava muito pela Europa, em trabalho e em passeio. Trabalhou dois anos na Polónia, onde desenvolveu e organizou a cadeia de abastecimento na LPR. “Conheço a maioria das cidades europeias e ainda quero conhecer a Croácia, Marrocos e Porto Santo. Mas cada coisa a seu tempo. As atividades culturais e as viagens estão um pouco condicionadas até o Gabriel ser um pouco mais autónomo, mas já fazemos algumas coisas, já fomos ao Brasil com ele”. Talvez visite o Porto Santo ainda este ano, nas férias de Verão, para além de uma semana que vai passar à Figueira da Foz, a sua terra natal. É lá que tem passado os fins-de-semana, pelo menos dois por mês, para que os avós possam estar com o neto. “Tentamos passar os fins-de-semana em família e este ano também as férias vão ser em família. Foi um ano muito intenso profissionalmente e preciso muito descansar”.

20161807 amorim rev rm-190

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever