INE

Dois terços do poder de compra nacional estão em Lisboa e no Norte

Confiança dos consumidores volta a cair

As regiões do Norte e Lisboa concentram dois terços do poder de compra nacional. Os dados são relativos a 2011 e foram revelados pelo Instituto Nacional de Estatística.

De acordo com o INE, para aquele resultado contribuíram as sub-regiões Grande Lisboa (28%), Grande Porto (14%) e Península de Setúbal (08%), que representavam metade do poder de compra registado no país.

A percentagem de poder de compra pretende avaliar o grau de concentração nos diferentes territórios “tendo em consideração que as áreas de maior ou menor poder de compra no território nacional dependem, não só da distribuição do poder de compra per capita pelo país, mas também da distribuição espacial da população residente”, refere o INE.

Analisando apenas as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, a percentagem sobe para os 52%, “apesar de reunirem 44% da população do país”, refere o INE, aludindo aos 27% de população residente em Lisboa e 17% na Área Metropolitana do Porto.

Já a análise por municípios permite constatar que 22 concelhos (7% do total de 308 municípios) concentram metade do poder de compra nacional e 63 (quase 20%) representam 75%. 

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever