Obras do terminal XXI de Sines custam €69 milhões

Iniciou-se esta semana a 2ª fase de expansão do Terminal de Contentores de Sines (Terminal XXI), que prevê a ampliação do cais de acostagem, da área de armazenagem de contentores e outras construções de melhoramento.

Iniciou-se esta semana a 2ª fase de expansão do Terminal de Contentores de Sines (Terminal XXI), que prevê a ampliação do cais de acostagem em 350 metros (este passará assim a ter 730 metros no total), a ampliação da área de armazenagem de contentores em cerca de 5 hectares, bem como outras obras de construção, como o edifício da Alfândega.

 

No total, estima-se que o investimento, a cargo da PSA SINES nesta 2ª fase, venha a atingir os 69 milhões de euros.

 

A ampliaçao do cais foi adjudicada ao consórcio CPTP (Companhia Portuguesa de Trabalhos Portuários) do grupo MOTA ENGIL, com um custo estimado de 17,5 milhões de euros e prazo de execução de 14 meses.

 

Já o total de investimento em obra física deverá atingir os 32 milhões de euros, que será depois completado com o investimento na aquisição de mais 3 pórticos de cais, 21 milhões de euros – valor estimado – e de equipamento de movimentação em parque (estimados 15,7 milhões de euros).

 

Como resultado desta expansão, o terminal passará de uma capacidade de 400.000 TEU/ano actuais, para os 800.000 TEU/ano, nos finais de 2009.

 

Acrescenta ainda o comunicado que que «estas obras de ampliação contribuem para o cumprimento dos objectivos estratégicos da APS, determinados pelas Orientações Estratégicas para o Sector Marítimo-Portuário».

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever