Portos nacionais movimentaram 67,8 milhões de toneladas em 2012

Taxas nos portos vão baixar 50%

O movimento total de mercadorias nos portos portugueses chegou aos 67,8 milhões de toneladas, tendo aumentado 2,1% no tráfego internacional e sofrido uma quebra de 7% no tráfego nacional.

De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a movimentação “manteve-se relativamente estável em 2012”, apesar da quebra no tráfego nacional e no número de embarcações que deram entrada (-7,9% face a 2011, num total de 13.069 embarcações).

Esta redução na entrada de embarcações foi mais acentuada no segundo semestre de 2012, tendo sido depois compensada “ao longo do ano pela entrada de navios de maior dimensão, que se traduziu num aumento de 0,5%” em termos de dimensão (arqueação bruta total).

O tráfego internacional correspondeu a 56,3 milhões de toneladas de mercadorias, o que corresponde a 83% do movimento portuário total. O acréscimo de 2,1% neste tráfego é visto pelo INE como o fator compensatório do “abrandamento no transporte de mercadorias entre portos nacionais”.

Entre os grandes portos, Leixões, Lisboa e Sines totalizaram em conjunto 77,8% do movimento de mercadorias, sendo que Sines cresceu cerca de 10,3%. Em Leixões a atividade foi semelhante à do ano anterior, enquanto o porto de Lisboa foi afetado pelas greves (queda de 10,2%).

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever