Supply Chain

Retalhistas europeus temem que legislação para práticas comerciais ‘distorça’ supply chain

supermercado logística e transportes Hoje

A posição é dos membros da EuroCommerce: uma legislação europeia para regular as práticas comerciais poderá “distorcer” a supply chain. O comunicado foi emitido esta semana e é uma reação à discussão do Parlamento Europeu sobre o relatório Agricultural Markets Task Force, em que foi proposta uma normativa europeia para as práticas comerciais.

Em comunicado, a organização diz lamentar o debate e a forma como este foi conduzido, “focando-se numa enganadora crença de que uma legislação da União Europeia para as práticas comerciais pode resolver os problemas dos agricultores na cadeia de abastecimento”.

Christian Verschueren, diretor geral da associação, refere que “uma alimentação diversa e de elevada qualidade é uma das melhores forças da Europa e os retalhistas precisam de atrair os consumidores para os levar às suas lojas. Queremos trabalhar com os produtores e com as suas organizações para fazer com que seja mais fácil para os produtores fornecerem o que os consumidores desejam. Por isso, lamentamos que, mais uma vez, os agricultores estejam a ser enganados com a promessa de que os seus problemas serão resolvidos de repente por uma legislação para as práticas comerciais.”

Para além disso, o responsável garante que uma normativa europeia para regular as práticas comerciais seria “ineficaz” porque “os retalhistas compram menos de 5% dos seus produtos diretamente aos produtores.

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever