Biodiversidade

APIFVET alerta para importância da preservação da diversidade biológica

APIFVET alerta para importância da preservação da diversidade biológica

A Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica de Medicamentos Veterinários (APIFVET) alertou, no âmbito do Dia Internacional da Biodiversidade (22 de maio), para a necessidade e a importância da preservação da diversidade biológica.

A associação recorda, em comunicado, que as alterações climáticas colocam em risco de extinção espécies de plantas e animais ao limitar os alimentos e a água, disseminar doenças e diminuir os habitats.

“As alterações climáticas surgem em terceiro lugar na lista das cinco principais ameaças à biodiversidade, mas o seu impacto vai aumentar durante as próximas décadas”, alerta a APIFVET. Esta lista foi construída pelo IPBES (Plataforma Intergovernamental de Política Científica sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistémicos), que identificou as cinco principais ameaças à biodiversidade terrestre: as alterações na utilização da terra e do mar; exploração direta dos recursos naturais; alterações climáticas; poluição; e invasão de espécies invasoras (por ordem decrescente de impacto).

As principais causas responsáveis pela perda da biodiversidade na Terra foram identificadas por cientistas na Conferência das Nações Unidas para a Biodiversidade (CBD COP15), cuja primeira fase ocorreu em outubro de 2021 e a segunda parte acontecerá no terceiro trimestre de 2022.

“Perder biodiversidade é perder ecossistemas, negócios, emprego, segurança climática e alimentar, saúde, justiça social (os mais pobres são mais vulneráveis) e comprometer um importante legado essencial às gerações futuras. A biodiversidade é uma preocupação crescente, a perda de diferentes espécies de animais, plantas e micro-organismos está a acelerar. A vida na Terra depende da natureza e é fundamental preservar a biodiversidade”, afirma o presidente da APIFVET, Mário Hilário.