Tecnologia

Portuguesa Ecofoot recebe financiamento do Conselho Europeu de Inovação

Os resultados do Plano de Ação para a Economia Circular na Europa

Há uma empresa portuguesa entre empresas as escolhidas para o financiamento do Conselho Europeu de Inovação, a ECOFOOT.

A empresa de Guimarães desenvolveu a H2COLOR-AUX, um composto revolucionário que impede a hidrólise no processo de tingimento de têxteis, reduzindo assim consideravelmente o número de lavagens e reduzindo, consequentemente, os custos da água e da energia, os poluentes e o tempo de produção das tintas.

De acordo com o boletim informativo, o “Conselho Europeu de Inovação atribuiu mais de 307 milhões de euros a 64 empresas em fase de arranque e pequenas e médias empresas para contribuir para os objetivos da estratégia europeia para um Pacto Ecológico Europeu e o Plano de Recuperação para a Europa. As propostas vencedoras vão desde soluções inovadoras para os setores automóvel, aeroespacial e marítimo aos materiais avançados ou às tecnologias da Internet das coisas”.

O financiamento atribuído permitirá à Ecofoot avançar para a fase 2 do projeto de inovação, que irá aproximar a H2COLOR-AUX do lançamento comercial. Assim, a Ecofoot vai produzir 24 toneladas de H2COLOR-AUX para validação interna e validação da eficácia com três tinturarias; duas em Portugal e uma em Itália. O projeto permitirá igualmente atividades comerciais cruciais, incluindo a execução da estratégia de propriedade intelectual e a estratégia de comunicação.

“O Conselho Europeu de Inovação apoia empresários visionários que criam soluções transformadoras para enfrentar desafios societais e ambientais prementes, apoiando o Pacto Ecológico e o plano de recuperação para a Europa. Estas empresas em fase de arranque e PME vão expandir, criar emprego e crescimento e dar à Europa a liderança mundial nas tecnologias e soluções ecológicas. Tenho também grande orgulho no aumento da inclusão com o número recorde de mulheres inovadoras e na grande distribuição geográfica por toda a Europa”, afirma Mariya Gabriel, comissária da Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude, citada no comunicado.