Retalho

ESG contribuem para 17,2% do valor financeiro das 100 marcas portuguesas mais valiosas

ESG contribuem para 17,2% do valor financeiro das 100 marcas portuguesas mais valiosas

Os ESG (Ambiente, Social e Governança empresarial) contribuem diretamente, em média, para 12,6% do valor financeiro das 100 marcas portuguesas mais valiosas. A marca de cafés Delta foi a que maior contributo dos ESG registou , com 17,2% e um potencial de contribuição de 20%. Os dados são da consultora ONSTRATEGY.

A avaliação apurou que, em termos médios, o impacto económico das dimensões e atributos diretamente relacionados com os ESG, deveria contribuir já com 19,8% para a construção do valor financeiro das marcas, em vez dos 12,6% atuais.

Entre as 100 marcas portuguesas mais valiosas, o impacto económico das dimensões e atributos diretamente relacionados os ESG é superior a 13,5% em apenas 24 marcas.

Em termos monetários, a EDP é a marca cujo ESG tiveram o maior impacto, sendo responsáveis por 427 milhões de euros, seguidos pela Galp (228 milhões) e pela Jerónimo Martins (159 milhões).

A avaliação teve como base o estudo anual de valor financeiro das marcas e está em conformidade com as normas ISO10668 (avaliação financeira de marca) e ISO20671 (avaliação de estratégia e força de marca), tendo sido desenvolvida uma metodologia de cálculo do impacto económico da sustentabilidade no valor financeiro das marcas.

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever

Download SU

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever