Porto de Vigo e Gás Natural assinam acordo

Porto de Vigo e Gás Natural assinam acordo

O presidente da Autoridade Portuária de Vigo e o diretor geral da Gás Natural Serviços,  assinaram   acordo   para   o   desenvolvimento   de   soluções   de  mobilidade sustentável no âmbito portuário, o acordo visa reduzir o impacto ambiental do transporte marítimo. 

O presidente da Autoridade Portuária de Vigo, Ignacio Lopez-Chaves, e o diretor-geral da Gás Natural  Serviços, Josep  Codorniu,  assinaram  um  acordo  pioneiro  na  União  Europeia, para analisar a introdução de gás natural como combustível para todo o tipo de barcos. 

 

O acordo, com a duração de dois anos renováveis, tem como  objetivo propor, criar e  avaliar  projetos  comuns  para  o  uso  de  gás  natural  liquefeito  (GNL)  com  motores específicos ou motores duplos de gás natural-diesel. A Gás Natural Serviços vai analisar  a frota suscetível de ser convertida para gás natural e, se o resultado for viável do ponto  de vista técnico e económico, vai ser solicitada a concessão de um local para construir as  instalações para o fornecimento deste combustível no Porto de Vigo.  

A colaboração prevê a realização de um estudo sobre as necessidades de mobilidade no âmbito portuário, tanto marítimo como terrestre, com o objetivo de propor frotas alternativas  de  tecnologias  mais  eficientes  e  respeitadoras  do  ambiente,  sejam  de  gás natural, elétricas ou híbridas.

A introdução do gás natural nas frotas marítimas é resposta à preocupação europeia com o efeito negativo que o tráfego marítimo tem no ambiente. O gás natural, além de reduzir as emissões de CO 2 , evita o derramamento de combustível no mar.

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever