Descarbonização

City Trees já geraram mais de 2.5 toneladas de oxigénio

As City Trees da DPD, instaladas em setembro junto à Avenida da Ribeira das Naus, em Lisboa, já produziram mais de 2.5 toneladas de oxigénio. Esta iniciativa insere-se no compromisso definido pela empresa, que pretende reduzir as suas emissões de CO2 por encomenda em 30% até 2025, em 225 cidades europeias.

A estrutura de madeira está equipada com diferentes tipos de musgo que limpam o ar e produzem oxigénio para 7 000 pessoas por hora, por cada unidade. A tecnologia utilizada permite saber o estado do equipamento, fornecendo também dados ambientais em redor do mesmo. Os resultados encontram-se disponíveis em tempo real nesta página.

Em comunicado enviado às redações, o CEO da DPD em Portugal refere que a empresa “acelerou a sua ambição de reduzir as suas emissões de CO2 até 2025, descarbonizando por completo as nossas entregas”. De acordo com Olivier Establet, a empresa está a “recolucionar” o modo verde de entregas, de forma a deixar de utilizar viaturas convencionais e passar a usar elétricas, movidas a gás natural, cargo-bikes, walkers”, entre outros.

“A nossa estreita colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa segue a linha que definimos de descarbonização da cidade, estando igualmente nos nossos planos tornar a frota “zero emissions” em Lisboa até 2022”, acrescenta o responsável.