Consumo ético

Consumidores desconfiam do impacto ambiental dos detergentes

detergentes impacto ambiental supermercado

Os consumidores portugueses estão “pouco informados” e “muito desconfiados” em relação ao impacto ambiental dos detergentes domésticos. As conclusões são de um inquérito desenvolvido pela Deco Proteste.

O estudo revela que a maioria dos consumidores (70%), no momento de comprar detergentes de uso doméstico, presta alguma atenção ao impacto ambiental dos produtos, sendo que apenas 16% consideram ser bastante influenciados

Enquanto 12% dos inquiridos consideram estar bem informados sobre o assunto, os restantes afirmam que não têm a informação mínima necessária. De acordo com o mesmo relatório, “enviar os consumidores para os sites dos fabricantes, para obterem mais informação, simplesmente não funciona”, uma vez que apenas 2% admitem fazê-lo.

Esta desinformação, e aparente desinteresse, tem que ver com a desconfiança com que os consumidores olham para as alegações ambientais dos detergentes. Quase 60% dos portugueses inquiridos consideram esta informação “mera estratégia de marketing, sem qualquer tradução prática e verdadeira”.

A Deco Proteste revela que para facilitar a verificação destas mensagens, e a sua veracidade, os consumidores (93%) sugerem uma uniformização da forma de apresentação das alegações ambientais, como, por exemplo um logótipo comum ou a utilização de cores uniformizada.