Retalho

Relatório de Ambiente do El Corte Inglés é divulgado pela primeira vez

El corte inglés

O Relatório de Ambiente do El Corte Inglés vai ser tornado público pela primeira vez, numa análise que incidirá sobre o ano de 2020, mas que visa também estabelecer um compromisso futuro da empresa no combate às alterações climáticas.

Entre as medidas implementadas ao longo do ano, que agora podem ser consultadas neste documento divulgado pela marca, “estão a implementação do Resíduo Zero, um projeto que permite à empresa identificar, classificar e promover a separação dos diversos fluxos de resíduos resultantes das suas operações, para que seja possível valorizar mais de 90% desses resíduos e evitar que vão parar a um aterro”. Esta iniciativa, esclarece a cadeia, está em “fase de certificação nas lojas de Lisboa e Gaia Porto e também nos armazéns de Alcochete e Olival”.

Porém, o El Corte Inglés explica ainda que tem posto em destaque, igualmente, a gestão ambiental da empresa, sendo que tem promovido medidas no âmbito da iluminação e sistemas de gestão técnica de energia. “As medidas adotadas têm permitido reduzir os consumos de eletricidade, que são a maior fatia do nosso consumo total de energia, como aconteceu no ano passado, com uma redução de 16% no consumo de energia, sendo que o valor está inflacionado pela inesperada redução da atividade imposta no âmbito das medidas de combate à pandemia. 55% da energia consumida procede de fontes renováveis, sendo o objetivo atingir os 100% da energia adquirida exclusivamente de fontes renováveis”.

Relembre-se que a empresa tem dado nos últimos anos passos no que ao seu compromisso com a sustentabilidade diz respeito, “incluindo-a nas tomadas de decisão”. “Adotou a visão Lisboa, cidade neutra em carbono até 2050 e aderiu ao compromisso Lisboa Capital Verde Europeia 2020. Neste sentido, assumiu um conjunto de ações a implementar até 2030, em diversas áreas como energia, mobilidade, água e cidadania. As lojas de Lisboa e Gaia Porto têm disponíveis dez pontos de carregamento de veículos elétricos, que irão aumentar nos próximos anos. E a empresa tem promovido o uso de bicicleta junto dos colaboradores, dos clientes e da sociedade, ao oferecer 74 espaços de estacionamento nas loja de Lisboa e Gaia Porto, sendo que o objetivo para 2021 é oferecer lugares de estacionamento em todas as lojas e supermercados da empresa em Portugal”.