ANA transportou 30,5 milhões de passageiros em 2012

Governo aprova venda total da ANA

Em 2012 o Grupo ANA transportou 30,5 milhões de passageiros, mais 1,4% que no ano anterior. O EBITDA recorrente gerado foi de 209,6 milhões de euros e o resultado líquido registado foi de 53 milhões de euros, traduzindo um decréscimo de 23,5 milhões de euros face a 2011.

A ANA adotou a norma internacional de relato financeiro relativa aos Acordos de Concessão de Serviços pela primeira vez em 2012, na sequência da assinatura do Contrato de Concessão com o Estado Português, a 14 de dezembro de 2012.

A implementação pela primeira vez desta norma implicou o registo, de uma só vez, da totalidade das responsabilidades acumuladas com as grandes reparações, o que implicou um impacto negativo no resultado líquido sem efeito em disponibilidades.

Ao nível do tráfego de passageiros, a empresa registou resultados positivos, com o aeroporto de Lisboa a crescer 3,5 %, Faro 1 % e Porto, 08%.Em sentido inverso estão os aeroportos dos Açores e Madeira, com quebras de 5,9% e 4,6%, respetivamente.

Este crescimento foi acompanhado de um aumento de 1,2 p.p. em termos de percentagem de ocupação das aeronaves, que se situou em 77%, já que o tráfego registou, em termos globais, uma evolução negativa de 1,6%. Este comportamento foi comum à generalidade dos aeroportos da rede com exceção do aeroporto de Lisboa onde se assistiu a um aumento de 1% no movimento de aeronaves.

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever