Exportações

Associação Empresarial de Portugal vai ao Irão promover oferta nacional

exportações - Logística & Transportes Hoje

A Associação Empresarial de Portugal (AEP) vai estar entre os dias 23 e 27 de setembro em Teerão, no Irão, com um conjunto de dez empresas nacionais, para promover o que Portugal tem para oferecer aquele mercado. Numa nota enviada às redações, a AEP explica que “desde novembro de 2015 até agora” já abriu “as portas do mercado iraniano a 44 operadores económicos nacionais”.

No Irão, os empresários que integrarão a comitiva portuguesa terão reuniões de negócios com potenciais clientes, previamente identificados pela AEP, e contactarão com agentes de mercado locais interessados em conhecer a oferta nacional.

 “Conquistada a confiança dos decisores institucionais, pela persistência e tato com que, desde 2009, temos abordado um mercado tão exigente quanto promissor, estão criadas as condições para as empresas portuguesas começarem a capitalizar o trabalho que temos feito”, afirma Paulo Nunes de Almeida, que destaca a “colaboração muito positiva” dispensada à associação pelas embaixadas da República Islâmica do Irão em Lisboa e de Portugal em Teerão, assim como pelo Portugal-Irão Business Council, plataforma de negócios entre empresas de ambos os países.

Naquela que será a sexta missão empresarial multissectorial da AEP ao Irão nos últimos sete anos, participam quatro empresas ligadas à fileira da construção, operando as outras seis em setores diferentes: alimentação e bebidas, energia, equipamento médico-hospitalar, fotografia, sistemas de informação e têxteis-lar.

Na missão anterior, em fevereiro, estiveram representadas nove empresas, ligadas às áreas agroalimentar, têxtil, plásticos técnicos, mobiliário, moldes e tecnologia audiovisual.

De então para cá, a agência pública de investimento, aicep Portugal Global, abriu, em maio, uma delegação em Teerão e o nosso país estreou-se na principal feira de construção iraniana, a Project Iran, com a AEP a responsabilizar-se pelo pavilhão nacional, a convite dos organizadores.

No ano passado, as vendas portuguesas para o mercado iraniano atingiram os 19,4 milhões de euros, mais 177% do que em 2014, enquanto as importações recuaram 12,4%, tendo-se ficado pelos 26,8 milhões de euros. Segundo dados do INE, entre 2011 e 2015 as exportações portuguesas para o Irão subiram a uma média de 16,4% por ano, enquanto as importações cresceram a um ritmo de 67,2%.

Entre os produtos mais vendidos por Portugal aquele mercado, destaque para veículos e outro material de transporte (8,1 milhões de euros), pastas celulósicas e papel (6,2 milhões de euros), metais comuns (1,8 milhões de euros), máquinas e aparelhos (928 mil euros) e produtos químicos (549 mil euros).

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever