Obras do IP8 e IP2 paradas por falta de verba

Obras do IP8 e IP2 paradas por falta de verba

As empreitadas do IP8 e do IP2 estão paradas por falta de dinheiro. O secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Sérgio Silva Monteiro justifica dizendo que a subconcessionária está sem verbas para continuar os trabalhos.

Sérgio Monteiro explicou ontem, dia 19 de dezembro, em Beja que “a suspensão das obras dos itinerários principais (IP) 2 e 8, em curso no Baixo Alentejo, se devem a dificuldades bancárias da empresa construtora”, segundo noticia o jornal Público.

Confrontado pelas autarcas sobre a suspensão das obras do IP8 e do IP2, Sérgio Monteiro esclareceu que, relativamente à subconcessão do Baixo Alentejo, atribuída à sociedade Estradas da Planície, “não há nenhuma responsabilidade do Governo na suspensão dos trabalhos. Existe uma dificuldade de negociação entre a subconcessionária e os bancos, a que o Estado é completamente alheio”. O secretário de Estado adiantou ainda que tem procurado criar condições para que a obra seja retomada, mas sem anunciar qualquer calendarização.

Nas estradas entre Beja/Castro Verde e entre Sines/Beja há troços em obra que não têm qualquer sinalização e as escapatórias desaparecem em alguns pontos. Sérgio Monteiro comprometeu-se a que sejam tomadas medidas para garantir a segurança dos automobilistas. 

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever