Economia Circular

Henkel traça objetivos de sustentabilidade

A Henkel pretende ser três vezes mais eficiente em 2030 nas suas atividades comerciais, relativamente à pegada ambiental que gera. O compromisso de sustentabilidade da empresa visa diversos eixos de atuação, nomeadamente “uma estratégia de embalagens baseada numa economia circular, incluindo a utilização de materiais de fontes sustentáveis e um design inteligente para fechar o ciclo”, explica em comunicado.

Em 2025, a Henkel pretende que todas as embalagens sejam 100% recicláveis ou reutilizáveis, bem como reduzir em 50% a quantidade de plásticos virgens de origem vegetal nos seus produtos de consumo.

“Tal será possível através do aumento em mais de 30% da proporção de plástico reciclado nos seus produtos de consumo em todo o mundo, reduzindo o volume de plástico e utilizando cada vez mais plásticos de base biológica”, lê-se no mesmo comunicado.

Nesse sentido, no momento de relançar sua marca de amaciadores para a roupa (Vernel), a divisão de “Detergentes e Cuidado do Lar” da Henkel decidiu apostar garrafas da marca são agora fabricadas a partir de plástico 100% reciclado (PET 100% reciclado).

“Na gama ´Fresh Control´, 25% dos plásticos da garrafa são extraídos dos oceanos”, explica a empresa em comunicado. Além disso, as etiquetas das embalagens são também “de fácil remoção, para que possam ser separadas e recicladas adequadamente nos centros de reciclagem”, acrescenta.