Descarbonização

Projeto de recuperação dos ecossistemas de água doce recebe 21 milhões de euros da Europa

ecossistemas de água doce

O consórcio Merlin, que agrega 44 parceiros europeus, entre os quais a empresa portuguesa Connectology, recebeu 21 milhões de euros da Comissão Europeia. O objetivo é pôr em prática a procura por soluções para recuperar as funções dos ecossistemas de água doce, como a melhoria da retenção de inundações e o armazenamento de dióxido de carbono.

Em comunicado, o consórcio revela que, do valor do financiamento, dez milhões de euros têm já como destino 17 áreas geográficas diferentes, da Finlândia a Israel. Nestas áreas, muitos rios, riachos e pântanos estão a ser recuperados a um estado quase natural. “Estes grandes projetos serão agora expandidos com o financiamento da UE e desenvolvidos com base em modelos europeus”, explica a entidade.

“Um dos focos é a cooperação com indústrias e setores que podem beneficiar da recuperação dos ecossistemas, como por exemplo, a agricultura, a produção de água potável e as seguradoras. Os efeitos das medidas aplicadas serão contabilizados tanto económica como ecologicamente”, explicou o coordenador do projeto Merlin, Daniel Hering.

A empresa portuguesa Connectology, especializada na área de investimentos e projetos de empreendedorismo, vai ser responsável pelo desenvolvimento de instrumentos financeiros prontos para serem utilizados em projetos de renovação dos ecossistemas em toda a Europa.