Descarbonização

Quase 200 organizações portuguesas aliam-se ao Pacto Climático Europeu

O Pacto Climático Europeu conta agora com os compromissos de 176 organizações portuguesas, desde o setor público ao privado.

O Pacto Climático Europeu, que tem como objetivos a redução das emissões de gases de estufa em 55% até ao final da década e a neutralidade carbónica europeia até 2050, conta agora com os compromissos de 176 organizações portuguesas, desde o setor público ao privado.

A cidade de Lisboa e a cidade do Porto, segundo explicado em comunicado, são parte desta nova parceria, comprometendo-se a reduzir as emissões de gases de estufa, estimar e identificar possíveis condicionantes à transição ecológica, reestruturar o planeamento urbano de forma a incorporar fontes de energia eficientes e sustentáveis. Outros municípios aderentes foram Braga, Figueira da Foz, Guimarães, Mafra, entre outros.

No setor privado, a EDP comprometeu-se a investir na redução de emissões e no controlo da poluição da água, bem como apresentar maior transparência na informação sobre o impacto ambiental das suas operações e promover a educação dos seus colaboradores face à poluição da água. Já a NOS vai apostar na redução de emissões, na utilização de energia verde e na transparência de informação.