Transportes de passageiros

Lille aprova incentivo para que os condutores não circulem a horas de ponta

Lille aprova incentivo para que os condutores não circulem a horas de ponta

A autarquia de Lille, em França, aprovou a criação de um ecobónus para encorajar os condutores a não circularem na hora de ponta, de modo a diminuir o trânsito no período da manhã e ao final do dia, segundo o jornal Le Monde. A cidade francesa tem como objetivo incentivar os automobilistas a escolherem outros meios de transporte.

A autoestrada A1, que une as cidades de Paris e de Lille, e a A23, que liga Valenciennes a Lille, são os dois eixos rodoviários abrangidos, inicialmente, por este incentivo de dois euros por viagem não realizada entre as 07h e as 09h e entre as 16h30 e as 18h30.

Os cidadãos de Lille, para receberem o ecobónus, terão de proceder à inscrição no respetivo programa assim como ao preenchimento de uma ficha de declaração de viagens não efetuadas, sendo que só os condutores que se voluntariarem terão os seus dados recolhidos, de acordo com as autoridades responsáveis. As deslocações diárias dos automobilistas são acompanhadas, mal o registo, através da leitura das matrículas.

O projeto, que custa nove milhões de euros, terá uma duração de três anos, e estima-se que diminua o tráfego em 750 dos 12 mil veículos que circulam, em hora de ponta, na A1 durante o período da manhã. As inscrições começam no próximo ano, na primavera.

Os resultados da experiência realizada na cidade de Roterdão, na Holanda, através do incentivo em vários horários e vias, inspiraram o município francês. Na cidade neerlandesa estarão a ser evitadas, diariamente, cerca de 5.000 viagens.

Subscreva a nossa newsletter e não perca os principais projetos em termos de mobilidade na cadeia de abastecimento.