Economia Circular

EUA: Mercado pressiona a utilização de garrafas rPET

EUA: Mercado pressiona a utilização de garrafas rPET iStock

A crescente procura por embalagens recicláveis ​​entre os consumidores nos Estados Unidos da América (EUA) tem levado os fabricantes de bebidas a utilizar cada vez mais garrafas de polietileno tereftalato reciclado (rPET), de forma a contribuírem para a redução das emissões de carbono e promoverem uma economia circular, avançou a GlobalData, empresa especialista em análise de dados.

Para atingir os seus objetivos em relação às embalagens, os fabricantes de bebidas estão a esforçar-se para adotar a utilização garrafas rPET nos seus produtos e aumentar a sustentabilidade da sua gama de embalagens, adianta o comunicado, que avança também que grandes produtores de refrigerantes, como a Coca-Cola, a Pepsi e a Asahi, já adotaram garrafas 100% rPET nas suas marcas mais conhecidas.

“Os fabricantes de bebidas são incentivados a mudar devido ao crescente interesse dos consumidores em embalagens sustentáveis. A reciclabilidade tornou-se um fator-chave e os consumidores procuram ativamente por ele ao comprar produtos. Este facto está ainda alinhado com os resultados do estudo realizado no quarto trimestre de 2023 pela GlobalData, que apurou que 62% dos consumidores nos EUA afirmaram que as declarações de embalagens recicláveis ​​eram um fator interessante ou um fator essencial/principal para a compra dos seus produtos”, adiantou Mani Bhushan Shukla, analista da GlobalData.

“Os EUA estabeleceram metas ambiciosas para implementar uma economia circular. Em 2020, a Agência de Proteção Ambiental dos EUA anunciou a sua meta nacional de reciclagem com o intuito de aumentar a taxa nacional de reciclagem para os 50% até 2030. Desta forma, a transição do plástico PET virgem para embalagens rPET é a única opção viável para as empresas de bens de consumo embalados honrarem os seus compromissos com a sustentabilidade”, referiu Mani Bhushan Shukla.

E continua: “à medida que as empresas enfrentam uma maior pressão por parte do governo, de grupos de lobby ambientais e dos consumidores ecologicamente conscientes da Geração Z e da Geração Y, que terão de adotar o rPET numa escala mais ampla. Isto será fundamental para atrair e reter consumidores no longo prazo”.

 

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever