Retalho

Leroy Merlin diminui em 4% emissões de Co2e durante 2022

Leroy Merlin vai abrir novo centro logístico na região Centro

A Leroy Merlin diminuiu as suas emissões totais equivalentes a CO2 em 4% entre 2021 e 2022, para as 1 762 173 toneladas. Os dados, que não são totalmente comparáveis devido à alteração metodológica sobre as emissões do consumo de eletricidade (âmbito 2), foram revelados no Relatório de Sustentabilidade de 2022.

Em 2025, a Leroy Merlin pretende que 80% das vendas sejam feitas com produtos sustentáveis. Em Portugal, e em 2022, 55% das vendas já foram associadas a esse tipo de produtos.

A taxa de triagem dos resíduos está agora nos 77,87%, tendo crescido 2,77% face a 2021. O objetivo é atingir os 90% em 2025. A produção de resíduos também diminuiu, com uma quebra de 6%.

A retalhista tem apostado também na formação dos colaboradores nesta temática, sendo que 69,41% dos colaboradores já a concluíram.

Outros destaques passam por ter atingido as 70,59% das lojas em propriedade com postos de carregamento de veículos elétricos, 58,52% das instalações em propriedade com autoconsumo e 90,4% da energia consumida foi renovável.

João Lavos – Líder de Impacto Positivo da Leroy Merlin Portugal

Desde 2019 que a política de madeira certificada foi integrada no processo de compra da Leroy Merlin e é atualmente parte integrante do acordo comercial que a empresa tem com os seus fornecedores. Em 2022, 81% dos fornecedores assinaram a política de madeira, e 98% das referências são de madeira de origem sustentável.

Em 2022, observou-se uma evolução significativa no compromisso com a reflorestação. A retalhista atingiu as 767 árvores plantadas, um aumento de 45,1% face ao ano anterior.

A empresa registou ainda uma evolução positiva em matéria de igualdade, com 42% de mulheres com cargos de direção.

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever

Download SU

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever