Descarbonização

Pepsico compromete-se com emissões zero até 2040

O Grupo PepsiCo anunciou os objetivos relativos à sua meta climática, que passam por uma redução absoluta das emissões de gases de efeito estufa (GEE) na sua cadeia de valor, em mais de 40% até 2030, revela, em comunicado. A empresa comprometeu-se ainda a “atingir emissões líquidas zero até 2040, uma década antes do previsto no Acordo de Paris”, anuncia.

A companhia espera “que esta ação resulte na redução de mais de 26 milhões de toneladas de emissões de GEE, o equivalente a tirar mais de cinco milhões de carros das estradas num ano inteiro”.

Na Europa, o Grupo PepsiCo promete, em comunicado, concentrar-se na agricultura sustentável (fertilizantes de baixa emissão e tecnologia de agricultura de precisão), na transição energética (eletricidade renovável e transporte de combustível de baixa ou zero emissão), nas matérias-primas (redução do plástico virgem e uso de materiais reciclados nas embalagens) e no design de produto (diminuição do impacto ambiental das marcas).

Na agricultura, vai expandir a rede global da empresa Demonstration Farms e quer utilizar agricultura de precisão nas colheitas de aveia Quaker, batata Lay’s e Ruffles. Já no campo das matérias-primas, o grupo compromete-se a transformar a “marca Pepsi em nove mercados europeus para garrafas 100% de plástico reciclado (rPET) até 2022”.

Em Portugal, o grupo afirma que tem vindo a apostar na otimização do consumo de gás e energia na fábrica do Carregado: “100% da eletricidade usada na produção da PepsiCo Portugal vem de fontes renováveis”, revela. Na Europa, o grupo afirma já ter reduzido as suas emissões totais em 6% desde 2015.